O Halving é um dos grandes momentos do Bitcoin que acontece de 4 em 4 anos. Sua produção (inflação) será cortada pela metade, podendo gerar impactos positivos sobre o valor da criptomoeda. Como podemos nos preparar para este momento?

Mas a final, o que é Halving?

Antes de explicar o Halving em si, vamos relembrar o que é o Bitcoin. O Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada que permite trocas entre pessoas em qualquer lugar do mundo de forma segura, através da tecnologia do Blockchain.

Os Bitcoins têm sua segurança garantida por um exército de computadores que usam o mecanismo de validação por consenso chamando “proof-of-work” ou “prova de trabalho” para verificar todos os blocos de transações de bitcoins.

Estes computadores são chamados de mineradores e ganham uma recompensa por este trabalho. Atualmente, em média, 144 blocos são verificados por estes mineradores por dia e são recompensado com a entrega de 12,5 Bitcoins por bloco verificado. Isso atinge um nível médio de 1800 Bitcoins gerados diariamente no mundo.

Voltando ao Halving, ele é o processo de diminuição, pela metade, dos bitcoins entregues para cada bloco verificado por mineradores. O próximo Halving diminuirá a taxa de entrega de 12,5 bitcoins para 6,25 bitcoins por bloco minerado.

A expectativa é que o Halving aconteça na primeira metade de maio, porém não há data nem hora certa para acontecer. Cada Halving acontece em intervalos de verificação de 210 mil blocos  que significa em média 4 anos. Porém tempo pode mudar em função da taxa de blocos verificados por mineradores acelerando ou atrasando a chegada do Halving.

No site, BitcoinBlockhalf é possível checar quanto tempo falta para o Halving, esse tempo é calculado através de estimativas e modelos matemáticos. No momento da redação deste artigo, a estimativa é que ele ocorra no dia 12 de maio às 10:55h.

Quais são os possível impactos?

O Halving foi planejado para frear a inflação anual da criptomoeda, diminuindo a emissão, e consequentemente podendo valorizá-la. No gráfico abaixo é possível ver o comportamento da criptomoeda meses depois da passagem do Halving, fica claro a tendência de valorização da moeda sustentada pelos períodos de corte.

A lógica do Halving também pode ser explicada pelo modelo de “Estoque sobre Fluxo” (Stock-to-Flow) que também é usado para avaliar e precificar a escassez de metais preciosos como o Ouro. Simplificando, o modelo “Estoque sobre Fluxo” é a divisão do estoque total do Bitcoin pela sua produção anual.

Após o Halving, a produção do bitcoin irá decrescer mas seu estoque total pré-definido de 21 milhões de bitcoins se manterá constante, isso gera pressão positiva sobre o preço natural do bitcoin conforme a demanda se mantém estável, a produção atual diminui (inflação) e o montante total do futuro é fixo.

Como se preparar para o evento?

Dito isto, para os investidores de bitcoin, as perspectivas para este evento são boas, apesar de não serem garantidas. Todavia, é sempre bom relembrar, Bitcoin tem um histórico de alta volatilidade, indicando ser um investimento de alto risco.

Sendo assim, estratégias que busquem proteger seu patrimônio devem ser levadas em considerações, as mais básicas e importantes são: Nunca use reservas de emergências para investimentos de alto risco e nunca invista um montante de dinheiro maior do que está disposto a perder. Estas duas dicas servem de grande freio psicológico para aventureiros que buscam fazer fortuna com o Bitcoin.

O Alterbank te dá uma ajudinha!

Preparamos um material completo para você descobrir seu perfil de investidor e ajudar também a desenhar estratégias de investimento em Bitcoin. Acesse o artigo, clicando aqui. Além disso, desenvolvemos uma planilha de acompanhamento de investimentos em criptomoedas, que você pode obter, clicando aqui. Não deixe de conferir!

E se você ainda não tem uma conta Alterbank, agora é a hora! Clique aqui e abra já sua conta!